02/06/2009

Alegria vs Tristeza (1º dia em casa!)

Olá amigos!

Desculpem por ontem nao termos escrito, mas o cansaço venceu-nos...foi um dia extremamente exaustivo e intenso, com varias misturas de sentimentos. Queremos compartilhar connvosco tudo o que se passou nestes 2 dias.
Ontem, aparentemente um dia normal, pela hora de almoço tivemos a alegria e a surpresa de saber que podiamos vir a casa por alguns dias. O Josué sentia-se bem o que levou o médico tomar esta decisao. Após recebermos toda a medicaçao necessária para estes dias, todas as precauçoes a ter começámos a arrumar todas as nossas coisas, que eram muitas! Com o irmao e família do Paulo acabados de chegar, a alegria foi muita assim como a ansiedade. Subitamente, o Paulo chegado da cozinha, entrou no quarto com uma cara preocupada e algum nervosismo, trazendo uma noticia preocupante: "Epá!...acho que o Samed está a morrer...a família dele está ali fora no corredor a chorar e muito preocupada."
Saímos os dois ao encontro da sua família (irmaos e madrasta) para poder perceber melhor o que se passava. No quarto apenas estavam doutores e enfermeiros que entravam e saíam com grande correria. A sua madrasta apenas nos disse que ele estava bem e ao se levantar para ir comer, começou a revirar os olhos e caindo para o chao começa a vomitar sangue.
Esse tempo de espera causou-nos arrepios e fez-nos esquecer toda a alegria pelo regresso do Josué a casa. A nossa maior preocupaçao era tentar dar consolo à família enquanto tentávos lidar nós proprios com a situaçao. Orávamos ao mesmo tempo que abraçávamos fortemente cada elemento da sua família, e num istante, aparece o pai do menino que ainda nao estava ocorrente da situaçao, e ao aperceber-se tentou entrar à força no quarto, tendo o Paulo e uma enfermeira impedido-o.
Numa última tentativa, deram-lhe choques para reanimá-lo, mas mais tarde veio a triste noticia...

Paulo: Foi uma surpresa saber que íamos para casa...num dia, o risco de infecçoes era alto e no outro a noticia de um regresso a casa! Incrível, nada poderia estragar a festa, ainda para mais os tios e as primas do Josué estavam a chegar, o que seria uma surpresa para o Josué!
O que se passou, vocês já sabem...no nosso quarto a alegria, e num outro poucos metros mais à frente, a morte. Saí do hospital triste e com medo, toda a alegria tinha desaparecido dando lugar a um enorme buraco escuro e medronho na minha mente. Cada abraço que dei era como se ficásse sem ar, foi sofucante. Exactamente no dia que ìamos a casa passar uns dias, acontece isto ao menino que era o mais chegado à família. Ao ver o seu corpo mais tarde, doía-me o coraçao e tive pena de nao ter estado mais tempo com ele.
Neste momento nao sei o que dizer e o que pensar...para mim esta situaçao não pode ter acontecido por acaso mas entrego tudo isso a Deus e a cada dia que passa, vejo que a vida pode ser uma coisa hoje e outra amanha, por isso, quero a cada instante estar mais perto de Deus, o Pai que cuidará SEMPRE de mim e da minha família.

Liliana: Esta triste noticia abalou-me de tal maneira que ainda hoje me sinto fraca, e angustiada... de todos os meninos do hospital, aquele era por quem eu tinha uma maior afeiçao... em todas as visitas de pessoas da Igreja que sabiam falar alemao levei-as até ele para que lhe dessem uma palavra de amor e esperança, na tentativa que ele e sua familia soubessem que oravamos e nos preocupavamos com ele. Talvez mesmo tenha sido o menino por quem mais orei naquele bloco, mas Deus o quis para junto dele. Na hora questionei Deus, o motivo da sua partida num dia que deveria ser o mais feliz e recordado do internamento do Josué. O porquê daquele menino tao querido e que tanto amava ter morrido, regressando assim ao meu lar com um sorriso triste e forçado...mas Deus é Deus...tudo o que ele faz é bem feito!
Ao ver o Samed alí deitado e já sem vida recordei-me das vezes que entrava no seu quarto e que apenas o beijava, acariciava as suas maos e lhe dizia a única frase verdadeira que sabia em alemao:" eu amo-te"; das vezes que lhe massajava as costas e os pés para lhe aliviar um pouco a dor de estar todos os dias deitado naquele quarto escuro; de quando ele começou a melhorar e a ter apetite, lhe fiz uma sopa de legumes e uma canja de galinha dizendo-lhe que se ele começasse a comer, todos os dias lhe faria o jantar; das vezes em que ele começou a sair do quarto para brincar com o seu carro télécomandado e pensava que Deus estava a responder às nossas oraçoes.
Sabem, apesar de estar ainda um pouco em baixo, sei que Deus respondeu às nossas súplicas, pois deu a possibilidade, de dias antes, ele melhorar para que nos rissemos e olhássemos cara a cara, olhos nos olhos, o que antes era impossivel. Sei, também, que foi para um lugar bem melhor e com ele levou este sorriso destes últimos dias, e quem sabe a lembrança do que lhe dissémos...
Do Samed trazemos como recordaçao, o seu último riso ao lado do nosso Josué, juntamente com o seu desenho que estava na porta do seu quarto como identificaçao do seu nome... meu desejo é que Deus console a sua família, mas sei também que o nosso trabalho continua, pois ficámos com o contacto do seu pai e queremos mostrar que se ele nos acha diferentes como nos disse uma vez é porque temos Jesus na nossa vida.

Falando do dia de HOJE...
Foi um dia alegre, ressacando ainda um pouco todo o cansaço físico e psicológico do dia anterior. Para o Josué a euforia total, em todos os seus brinquedos apontava e dizia: "Meu, é meu..." dando gritos de alegria, e mesmo na hora de dormir, estava todo contentente por voltar à sua caminha! Nao teve fébre nem dores, a boa disposição acompanhava-o a todos os minutos, o problema está em tomar todos os seus medicamentos...por 2 vezes vomitou ao ingerir a medicaçao. Esperemos que isto nao seja um motivo para regressar mais cedo ao hospital. Amanha de manha, o nosso menino irá fazer análises de sangue no seu pediátra aqui no Luxemburgo, resutados esses que serao enviádos para a Alemanha e definirao a necessidade ou nao de irmos sexta-feira para Homburg.
Durante esta vinda a casa, existem muitas precauçoes a ter, nomeadamente idas a locais fechados, contacto com muitas crianças, higiéne, etc etc...

"Amo ao SENHOR, porque ele ouviu a minha voz e a minha súplica.Porque inclinou a mim os seus ouvidos; portanto, o invocarei enquanto viver. Os cordéis da morte me cercaram, e angústias do inferno se apoderaram de mim; encontrei aperto e tristeza. Então invoquei o nome do SENHOR, dizendo: O SENHOR, livra a minha alma. Piedoso é o SENHOR e justo; o nosso Deus tem misericórdia. O SENHOR guarda aos símplices; fui abatido, mas ele me livrou. Volta, minha alma, para o teu repouso, pois o SENHOR te fez bem. Porque tu livraste a minha alma da morte, os meus olhos das lágrimas, e os meus pés da queda."
Na Bíblia, livro de Salmos, capítulo 116 versos 1 a 8



Samed, dois dias antes de partir...


À saída do hospital


PS: Temos visto as suas mensagem e a enorme vontade de querer ajudar. É incrivel o seu amor por o Josué, mesmo nao o conhecendo pessoalmente. Nao sabemos o tipo de medúla, esperamos a cada dia aquilo que Deus tem para nós. Obrigado Adelina Pena, Deus abençoe toda a sua família

4 comentários:

Pastor António Albino disse...

Em qualquer tempo em que eu temer, confiarei em ti.Salmo56:3

Paulinho e Lili lemos o vosso diário, lamentamos e sentimos a vossa tristeza pelo que aconteceu na saida do Hospital.

Mas temos esperança que o vossa acção demostrada com a palavra de Deus, e com o vosso amor, não foram em vão.Temos muita esperança que o Samed está no ceu.

Terminamos recordando as palavras do Salmista no dia em que eu tiver medo, eu vou confiar em Deus.
Salmo56:3

Deus vos abençoe

Bjs. Para todos. A.C. N.C. J.C.
Santarém.

Anónimo disse...

Adelina Pena
Boa Noite, família Coragem!!!
É sempre difícil dizer o que quer que seja numa situação igual à que voçês viveram... Um turbilhão de sentimentos que se confundem entre alegria e tristeza! :-( mas resta-nos o consolo de saber que Deus não erra!... Por muito que custe aceitar, estas são as pedras que aparecem no nosso caminho ao longo da vida que Deus nos empresta, mas o importante é que a nossa Fé se mantenha! Ele é o unico que escreve direito por linhas tortas. Agora o Samed descansa em paz na mão de Deus...
Quanto ao nosso querido Josué, deve estar eufórico por ter voltado à casinha dele! :-) Rezamos para que tudo corra da melhor maneira e que NADA estrague a alegria do nosso principezinho... Quero que ele fique bom depressa, para muito em breve me dar a possibilidade de lhe pegar ao colo... Esse é um dos meus desejos, e sinto que Deus mo irá realizar! Gostaria muito que um dia, quando vierem passar férias a Portugal, me contactem, pois terei imenso gosto de vos conhecer a todos pessoalmete... :-)
(Obrigada pela vossa mensagem)
Um beijinho muito especial para os papás, e para o bebé Josué, aquele miminho carinhoso e um xi-coração muito apertadinho...
Adelina Pena
(PORTUGAL)

rakelitaaa disse...

Boa noite familia!

Fiquei muito contente pelo Josue ter podido regressar a casa onde se sente tao bem e feliz e onde com certeza poderá recuperar forças para ainda outras fases que virão. Em relação ao Samed é verdade Deus sabe o que faz...por vezes é dificil nao questionar Deus sobre o porquê das coisas, mas penso que para nós que acreditamos num Deus Maravilhoso, Omnipresente e Omnipotente, a pergunta mais indicada é para quê Deus? Pedimos a Deus para que vos ajude a encarar esta situação não como uma tragédia ou algo triste e irreparável, mas como algo que com certeza ajudou o Samed a descansar e que Deus quererá NOS mostrar qualquer com isto. Por enquanto nao sabemos, mas iremos saber.
Com certeza esta família nao se esquecerá de voces e o toque de Deus, a semente de Deus está la nso coraçoes Deles plantada por voces.
Muita força e recuperem um pouco da exaustao destes dias na certeza que oraremos por vós.

Beijao muito grande...
Diogo e Raquel (Azambuja)

Miguel disse...

Paulo e Liliana;

É verdade que o drama que nós presenciamos na passada segunda feira à tarde, abalou extremamente a nossa estrutura emocional, e não só….

Deus prova a nossa fé, quando permite que passemos por determinadas tempestades; tempestades essas que abalam as nossas vidas. Mas o mais interessante é que a tempestade arranca e leva aquilo que não é sólido, que não é consistente, ficando somente aquilo que está agarrado ao fundamento, ou seja, as colunas de ferro e de betão, tudo o resto voa.
Deus usa as tempestades para arrancar de nós, aquilo que não é sólido, que não é consistente, tudo aquilo que não provém Dele (orgulho, auto-suficiência, egoísmo, indiferença pela dor do outro, etc…), ficando somente aquilo que está preso ao fundamento, e o fundamento da nossa vida é Cristo. Em nossas vidas somente aquilo que está em Cristo, deve permanecer (fé, confiança, dependência, humildade, obediência à Palavra de Deus, santidade, servir o próximo, etc…).

É verdade que na segunda-feira grande parte da estrutura do meu ser foi abalada, não em relação a minha fé e confiança em Deus, porque eu sei que Ele é um Deus de amor e misericórdia, e que também é um Deus soberano que age não segundo o nosso querer, mas segundo o conhecimento que Ele tem do passado, presente e FUTURO, por isso Nele confio, mas em especial em relação à minha estrutura ministerial, que sem dúvida foi bastante abalada, mas como eu já disse, esses abalos permitidos por Deus, provam a nossa fé (demonstram de que massa somos feitos) e servem para arrancar de nós tudo aquilo que é supérfluo e sem consistência. Mais uma vez eu perguntei: se Jesus estivesse no meu lugar a presenciar toda aquela cena o que Ele faria? Não sei sinceramente tudo aquilo que Jesus faria, mas uma coisa Ele faria da mesma forma que nós fizemos, chorar com aquela família, e abraçá-los com amor.

Paulo e Liliana, vocês tem sido humildemente e de forma natural, usados por Deus. É de realçar que a família do Samed, professa a fé islâmica, mas isso, não impediu que vocês desenvolvessem uma amizade sincera e profunda com eles, provando que o amor de Deus derramado em nossos corações por Cristo, ultrapassa todas as barreiras. Vocês têm lançado nos corações dos familiares do Samed e do próprio Samed, as sementes do evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e a Palavra de Deus não volta para trás vazia.

Eu como vosso pastor e amigo, estou muito orgulhoso de vocês e tenho sido fortalecido pelo vosso testemunho, continuem a ser vocês mesmos.

Miguel Cartaxo

“DEUS é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares.
Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza (Selah).
Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo.
Deus está no meio dela; não será abalada: Deus a ajudará, ao romper da manhã.
As nações se embraveceram; os reinos se moveram; ele levantou a sua voz e a terra se derreteu.
O Senhor dos Exércitos está connosco: o Deus de Jacob é o nosso refúgio (Selah).
Vinde, contemplai as obras do Senhor, que desolações tem feito na terra!”
Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra: quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre as nações; serei exaltado sobre a terra.
O Senhor dos Exércitos está connosco; o Deus de Jacob é o nosso refúgio (Selah).”
Bíblia Sagrada, Salmo 46