26/06/2009

3ª fase - 3º dia

Olá amigos!

Hoje não há muito a dizer, foi um dia muito parecido com o dia de ontem. A sua boa disposição permaneceu assim como os passeios e as risadas com os seus amiguinhos. Para além da quimioterapia normal (actuando sempre durante 24h) o Josué foi sujeito a uma outra durante uma hora, na qual não pôde sair do quarto, mas esta em nada alterou o seu estado físico e psicológico. Mais uma vez, é caso para dizer, Deus é bom!
Queremos compartilhar algo que é comum em nós os dois. Hoje recebemos um comentário que nos enviaram (vocês mesmo podem lê-lo) que fala sobre permanecer e nunca baixar os braços. Depois de tudo o que passámos, temos uma sensação estranha que nos leva a reflectir na seguinte questão: "É impressão nossa ou é mais fácil depender, acreditar e confiar em Deus quando estamos em luta/dificuldades, ou quando já temos o que pretendiamos ter?"
Sabem?...a sensação que temos ao reflectir nesta pergunta é de ingratidão! Na altura da nossa maior dor, que foi a 1ª fase do tratamento, era muito mais fácil pensar e chegarmo-nos a Deus, de todo o nosso coração. A presença de Deus estava a menos de um passo, estávamos com fome e sede de alguém que seria o único capaz de nos ajudar a resolver os nossos problemas e nesses momentos, as palavras de Jesus eram mais importantes do que o ar que respirávamos: " Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim, de modo algum terá fome, e quem crê em mim jamais terá sede." Hoje, olhando para o Josué e vendo que todas as suas dores têm sido carregadas por Jesus, apercebemo-nos que é com alguma dificuldade que pensamos e nos chegamos tão facilmente a este Deus maravilhoso.
Tiramos uma conclusão, é mais difícil mantermos uma relação com Deus quando tudo vai bem na nossa vida, do que quando passamos por dor e aflição.
Resumindo, não é por aquilo que somos ou fazemos que merecemos alguma coisa, pois nem quando somos ajudados por Deus a alcançar o que tanto queremos, conseguimos ser suficientemente gratos, mas sim pela seguinte verdade: DEUS NOS AMA!

É importante sermos estimulados uns pelos outros, para não caírmos na ingratidão!

Um grande abraço para todos e não se esqueçam de continuar a orar por nós para que juntos, tanto na alegria como na tristeza, possamos nos chegar a Deus!



Um "guerreiro" com chupeta

3 comentários:

Amigos do coração disse...

«Deus transforma o mal em bém»

Vós bem intentastes mal contra mim; porém Deus o intentou para bem, para fazer como se vê neste dia, para conservar muita gente com vida.Gen.50.20 (Palavras de José para seus irmãos)

George Mueller disse:« Em mil tribulações não são só quinhentas que contribuem para o nosso bém, mas noventa e nove + uma!»
Quando a a Escritura diz: «Deus torna o mal em bém»,significa que
não há desastre,doença ou atraso que não se possa trasformar em bém.

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.Rom.8:28

Quando comprendermos que ele perdoou nosso passado, conhece o nosso presente e já planeou o nosso futuro,isto faz-nos caminhar com a certeza que nada está para além da sua graça e redenção!

«Acreditamos que o mal do Josué Deus o irá transformar em bém para não ficarmos aquém mas irmos mais além»

Despedimo-nos com esta veia poética e com a certeza que Deus transforma o mal em bém.

Bjs.Para o Paulinho, Lili e Josué
Família Cartaxo. A.C. N.C. J.C.

Wicca disse...

Olá Lili,

Não sei o que dizer, fiquei completamente chocada com a notícia... Tive um primo de 14anos que tb teve a doença...

É mt doloroso qd algo assim nos bate à porta, mas tenho a certeza e acredito que com todo o vosso optimismo tudo vai correr bem!!!

FORÇA

Beijinhos

Carlos disse...

Ola Paulito e Liliana ! entao k tal vos achais ? certamente k as coisas correm melhor. Pois tou me a referir ao filhote, sim v/filhote Josue. Como esta ele neste momento ? sei k ele tem tido mta coragem e força, força esta k vem de Deus. Ele de facto é o pequeno guerreiro e vos como papàs fikais fortalecidos. Meus amiguinhos mt paz, saude, forças e bençaos s/fim do n/Deus para vos 3. Abraçao. Carlos Santos (I.E.A.D.L.)